quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Em Águas Belas, socialistas preparam terreno para as eleições

Faltando um mês para o encerramento do prazo para a troca de partidos, há uma grande movimentação nas cidades do interior já nos preparativos para as eleições do próximo ano. Em Águas Belas, no Agreste, por exemplo, a posse festiva dos presidentes dos diretórios do PSB e do PMDB, realizada na noite deste sábado (29), deu o tom do que será a disputa pelo comando da Prefeitura em 2016.

 Com a presença dos secretários estaduais Danilo Cabral e Nilton Mota, de Planejamento e Gestão e de Agricultura respectivamente, o ex-vice-prefeito do município Agean Tenório assumiu o PSB e já prepara sua pré-candidatura à Prefeitura. Ele terá ao seu lado o presidente do PMDB da cidade, Emílio Alves. Os dois pretendem desbancar o grupo do prefeito Genivaldo Menezes (PT) do comando da Prefeitura.

A proposta de Agean Menezes e Emílio Alves é defender a renovação da política no município. “Aqui nasce um projeto que pretende trazer renovação, com um novo discurso, com pessoas competentes, capazes e íntegras”, afirmou Emílio Alves. Agean Tenório completou: “Estamos aqui para discutir o futuro da cidade com a população para podermos apresentar uma proposta de mudança do que está aí’.

Os dois encontram respaldo no PSB estadual, que defende o lançamento de uma candidatura própria no município. “É chegada a hora de Águas Belas continuar o legado do saudoso ex-governador Eduardo Campos”, disse Danilo Cabral. 

Seminário Diocesano sobre o Grito dos Excluídos é realizado pela Cáritas Diocesana de Pesqueira‏


“Eu acredito que o mundo será melhor, quando o menor que padece acreditar no menor” (Canto popular das Pastorais Sociais)

A Cáritas Diocesana de Pesqueira realizou na manhã de sábado (29), no Seminário São José um Seminário Diocesano sobre o 21° Grito dos Excluídos que traz como tema: Vida em Primeiro Lugar e lema: “Que país é este, que mata gente, que a mídia mente e nos consome?”.

Cerca de 50 pessoas entre agentes Cáritas, agricultores e agricultoras, representantes das pastorais sociais, religiosos e religiosas de Pesqueira e também de algumas cidades que compõe o território diocesano, participaram do encontro.

“Hoje é um dia que paramos para refletir e buscar soluções para uma classe da sociedade que vive apagada, que são os excluídos e excluídas. Pessoas que tem seus diretos negados e muitas vezes são esquecidas”, disse Cláudio Inojosa, agente Cáritas.

Inicialmente, os participantes foram divididos em quatro grupos: “Que país é esse?”, “Que mata gente”, “Que a mídia mente” e “Nos consome”.

“Esse é o momento em que os grupos discutem sobre o objetivo do Grito dos Excluídos, sobre o significado do lema e fazem seus encaminhamentos para dar vez, voz e lugar a esse excluídos e excluídas”, disse Risaldo Gomes, articulador da Cáritas Diocesana de Pesqueira. 

Os participantes fizeram uma reflexão sobre a violência principalmente contra a juventude, o poder de manipulação dos grandes veículos de comunicação e sobre sociedade do consumo e exploração do capital. Foram debatidos também temas como a Democratização da Comunicação, Redução da Maioridade Penal e Reforma Política.

Após a discussão nos grupos, os participantes apresentaram suas reflexões a cerca do tema, debateram suas ideias e sugestões de encaminhamentos a plenária. Que é: Promover rodas de conversas em nossas paróquias, grupos, movimentos e comunidades, discutir o Grito dos Excluídos na Área Pastoral Nossa Senhora do Carmo na Vila Anápolis em Pesqueira, na Paróquia de Santa Águeda em Pesqueira, na Paróquia São José em Venturosa, Paróquia São Félix de Cantalice em Buíque, Paróquia Santa Clara de Assis em Tupanatinga, nas Cáritas Paroquiais em Pedra e Poção, além de rodas de conversa na ASEVI, CEDAPP e PODE.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

'Natal Luz' de Garanhuns inscreve para apresentações artísticas

Está aberto o período de inscrição para a seleção de propostas de artistas e grupos musicais ou culturais que queiram compor a grade de programação 2015 do Natal Luz de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Podem concorrer candidatos de todo o país, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura.
Os interessados devem apresentar propostas de shows, preferencialmente relacionados ao ciclo natalino e à cultura popular, tais como reisados, pastoris, bandas de pífanos, espetáculos de dança e ballet, bandas gospel, MPB, entre outros [...] A programação irá contar com cortejos, desfile com carros alegóricos, encenações de autos de natal, cantatas natalinas e apresentações em palcos e praças", adianta a assessoria. 
As propostas e o formulário de inscrição impressos devem ser encaminhados em envelopes individuais fechados e externamente identificados. Material comprobatório promocional - a exemplo de releases, fotos, CDs, DVDs e fotografias etc - também precisam estar inseridos.
As inscrições devem ser realizadas na sede da Secretaria de Cultura do município. O endereço é Rua Treze de Maio, sem número, sala 5, Centro. O atendimento ocorre das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. O material também pode ser enviado via Correios para o CEP 55295-040 - com postagem até o último dia do prazo: 18 de setembro.
Ainda segundo a assessoria, a divulgação do resultado da seleção está prevista para o dia 30 de setembro, no site da prefeitura.
Serviço
Convocatória para o Natal Luz de Garanhuns
Inscrição: Secretaria Municipal de Cultura
Endereço: Rua Treze de Maio, sem número, sala 5, Centro
Prazo: 31 de agosto a 18 de setembro, de segunda à sexta-feira
Horário de atendimento: 8h às 14h.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

mudança no Supersimples vai aumentar formalização no Brasil‏

O deputado federal Jorge Côrte Real (PTB) avalia que a proposta que muda o Simples Nacional (Supersimples) para permitir que mais empresas sejam beneficiadas por esse regime especial de tributação vai fazer com que aumente a formalização no Brasil. O Plenário da Câmara deve votar, nesta semana, o Projeto de Lei Complementar 25/07, que aumenta em 250% o limite de enquadramento da microempresa Supersimples, passando de R$ 360 mil para R$ 900 mil a receita bruta anual máxima exigida.

“O Supersimples vai induzir a formalização, e isso é o que todos queremos: trabalhadores formalizados, com todos os seus direitos garantidos, principalmente o previdenciário. Queremos ter empresários em sintonia com toda a legislação, aptos a prestar serviços, inclusive a entidades públicas, estados e municípios”, argumenta Côrte Real.

No caso das empresas de pequeno porte, a participação no sistema simplificado de tributação será permitida para o intervalo de R$ 900 mil a R$ 14,4 milhões anuais. Atualmente, é de R$ 360 mil a R$ 3,6 milhões. Essa faixa aumentou 400%. As atualizações de enquadramento começarão a valer a partir de 1º de janeiro do ano seguinte àquele em que o projeto virar lei.

Na avaliação do deputado Jorge Côrte Real, as mudanças no Supersimples vão representar um novo patamar em termos de possibilidades de emprego, renda e negócios, principalmente para pequenos e micro empresários, uma categoria que, segundo o petebista, vive na informalidade.

Coordenador da UPAE debate Gestão Hospitalar com estudantes da UNOPAR Garanhuns‏‏

Acadêmicos do curso de Gestão Hospitalar da UNOPAR, em Garanhuns, receberam a visita do Coordenador geral da UPAE Garanhuns, Gustavo Amorim. A visita faz parte do projeto Papo Aberto da instituição de ensino superior, onde profissionais bem sucedidos conversam com os universitários a respeito das melhores práticas, mercado de trabalho, dicas e carreira, aproximando assim os alunos da profissão escolhida.
O bate papo, que aconteceu na segunda (24), com Gustavo Amorim, serviu para mostrar os referenciais da
Gestão Hospitalar, a partir do cenário atual e evolutivo. Além da apresentação do gestor sobre a Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado, que consiste em uma nova referência de serviço de saúde
regional, foram abertos debates para melhor assimilação e participação dos estudantes.
O coordenador da Unopar Garanhuns, Alex Martins, acompanhou a visita e o bate-papo foi mediado pelos tutores Aureny e Ivison.
"Foi um encontro muito dinâmico e rico de informações. Estes profissionais em pouco tempo estarão no mercado de trabalho, e este bate-papo mostra caminhos e instituições, ampliando o conhecimento
destes estudantes. Foi muito interessante a iniciativa da UNOPAR, e nos colocamos à disposição para novas visitas" - Afirmou Dr. Gustavo Amorim.
 Informações da Assessoria da UNOPAR

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Motociclista morre após colisão na BR-423 em Jupi

Um homem de 30 anos morreu na noite da quinta-feira (27) em Jupi, Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, a vítima seguia em uma moto pelo quilômetro 73,2 da BR-423, quando colidiu com um veículo ainda não identificado.
Ainda de acordo com a PRF, o motociclista morreu no local. Já o outro condutor fugiu sem prestar socorro.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Doleiro Youssef diz que Aécio recebeu dinheiro de corrupção de Furnas

O doleiro Alberto Youssef afirmou nesta terça-feira durante depoimento à CPI da Petrobras que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu dinheiro de corrupção envolvendo Furnas, subsidiária da Eletrobras.
"Eu confirmo (que Aécio recebeu dinheiro de corrupção) por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele", disse o doleiro.
A assessoria de imprensa de Aécio afirmou que Youssef apenas disse que ouviu dizer que o senador recebeu propina, não que ele recebeu dinheiro de corrupção. Lembrou ainda que a Procuradoria-Geral da República considerou que não havia indícios suficientes contra o tucano e por isso não pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de investigação contra ele.
Em nota, o PSDB disse que as declarações dadas por Youssef à CPI não são "informações prestadas, mas sim de ilações inverídicas feitas por terceiros já falecidos, a respeito do então líder do PSDB na Câmara dos Deputados, podendo, inclusive, estar atendendo a algum tipo de interesse político de quem o fez à época".
O partido diz ainda que Youssef repetiu à CPI o que disse em depoimento à Polícia Federal, que "nunca teve qualquer contato com o senador Aécio Neves e de que não teve conhecimento pessoal de qualquer ato, tendo apenas ouvido dizer um comentário feito por um terceiro já falecido".
(Reportagem de Leonardo Goy)