quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Armando e João retomam campanha com caminhada em Jaboatão

Após uma semana de atividades paralisadas em função da morte do ex-governador Eduardo Campos, a coligação Pernambuco Vai Mais Longe retoma a campanha nesta quarta-feira (20), em Jaboatão dos Guararapes. Os candidatos a governador, Armando Monteiro (PTB), a vice-governador, Paulo Rubem (PDT), e a senador, João Paulo (PT), vão, às 9h, ao mercado público de Cavaleiro, onde farão uma visita, acompanhados lideranças políticas da Região Metropolitana do Recife. A concentração será na Praça Murilo Braga.
 
Ainda na quarta-feira (20), Armando, Paulo Rubem e João Paulo participarão, às 20h, de um encontro com lideranças políticas ligadas à vereadora do Recife Isabella de Roldão (PDT), candidata à Câmara Federal. A reunião acontecerá no tradicional Clube das Pás, na Rua Odorico Mendes, 263, no bairro de Campo Grande, Zona Norte do Recife.
 
Na quinta-feira (21), às 8h, Armando, Paulo Rubem e João Paulo vão tomar café da manhã com empresários, em Santo Amaro, na região central da capital. Às 10h30, o candidato a governador será sabatinado por empreendedores dos setores de tecnologia, informática e comunicação, no Porto Digital (Rua do Apolo, 181, Bairro do Recife, na área central do Recife). Às 16h, a chapa majoritária vai realizar um grande encontro com lideranças que integram a coligação: candidatos, coordenadores e militância de todo o Estado. O evento ocorre na casa de recepções Rose Beltrão, no bairro de Apipucos, na Zona Norte do Recife.
 
Ainda na quinta-feira, Armando vai a Paulista, na Região Metropolitana do Recife, para a inauguração do comitê do candidato a deputado Edmilson do Pagode (PTB), vereador do município. O espaço fica na PE-15, na entrada de Arthur Lundgren.
 
FIM DE SEMANA - A sexta-feira (22) reserva na agenda de Armando um almoço com integrantes do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), às 12h30, em local ainda a ser definido. À noite, Armando participa de entrevistas na Rede Globo e no portal G1, em Ouro Preto, Olinda.
 
No sábado (23) o destino da caravana de Armando, Paulo Rubem e João Paulo é a Região Metropolitana e a Zona da Mata. Pela manhã, às 9h, Ouro Preto volta a receber Armando, junto com os demais candidatos majoritários, para uma caminhada pelo centro comercial do bairro.
 
À tarde, Armando se deslocará para Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, onde almoça com lideranças políticas, às 12h, e comanda carreata que percorrerá 15 bairros da cidade, a partir das 14h. Ao final, por volta das 16h30, será realizado um comício, na Praça Águas Brancas.
 
A última parada é a cidade de Carpina, na Zona da Mata Norte, onde a majoritária da coligação Pernambuco Vai Mais Longe participa de caminhada e comício, às 19h30, no lançamento da candidatura do ex-prefeito Manoel Botafogo (PDT) a deputado estadual.

Agenda de Armando Monteiro (PTB), candidato a governador da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, nesta quarta-feira (20/08/2014)

Quarta-feira (20)
 
9h - ​Visita ao mercado de Cavaleiro
Concentração:  Praça Murilo Braga (ao lado do Metrô de Cavaleiro) - Jaboatão dos Guararapes, Recife/PE
Roteiro: Segue pela Agamenon Magalhães, em seguida pela Silvino Macedo, visita o mercado e encerra na Praça Rita Coelho
14h - Gravação do Guia Eleitoral
 
20h - Encontro com lideranças da candidata a deputada federal Isabella de Roldão (PDT)
Local: Clube das Pás - Rua Odorico Mendes, 263, Campo Grande - Recife/PE

terça-feira, 19 de agosto de 2014

PSB escolhe Beto Albuquerque como vice de Marina Silva


Depois de um dia de disputas internas, líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (RS), foi escolhido, nesta terça-feira (19/8), candidato a vice-presidente da República na chapa do partido. O nome dele será oficializado, ao lado da ex-senadora Marina Silva, candidata à Presidência, amanhã, em Brasília. A mudança ocorre depois da morte de Eduardo Campos na semana passada em acidente aéreo em Santos (SP).

Beto Albuquerque despontou como favorito na disputa pela vice na semana passada, quando o partido decidiu dois critérios para a escolha do nome: ser um quadro tradicional do PSB e ser ligado a Eduardo Campos. O deputado federal cumpre os dois requisitos. Mas, para se consolidar na disputa, ele precisou superar a resistência da ala pernambucana do partido, que reivindicava um nome do partido para a composição.

Este ano, Albuquerque disputava uma cadeira no Senado pelo Rio Grande do Sul, a pedido de Eduardo Campos, mas aparecia apenas em 3º lugar nas pesquisas. O PSB já consultou a ex-senadora Marina Silva, que deu aval à escolha. Ela tem bom relacionamento com o deputado.

Ex-secretário de Infraestrutura e Logística do governo Tarso Genro (PT) no Rio Grande do Sul, Albuquerque se elegeu deputado federal pela primeira vez em 1998. No primeiro mandato, licenciou-se para ser secretário de Transporte do governo Olívio Dutra, no mesmo estado. É advogado e tem 51 anos.

A viúva de Eduardo, Renata Campos, também era cotada para assumir a candidatura a vice. Mas declinou do convite, alegando que precisa cuidar dos cinco filhos, o mais novo tem sete meses e ainda é amamentado.

Claudiano Martins é condenado a 13 anos de prisão

A Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) condenou Claudiano Ferreira Martins a 13 anos e dois meses de prisão, além de perda de aptidão a cargos e funções públicas pelo prazo de cinco anos. No entendimento do juiz federal, ele desviou R$ 1.583.435,30 vindos de cinco ministérios federais, de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004, quando era prefeito de Itaíba, município do Agreste pernambucano. A decisão, no entanto, cabe recurso. 
Os valores vieram dos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), da Educação (MEC), da Integração Nacional (MIN) e da Saúde (MS). As informações são da assessoria de imprensa do Ministério Público Federal (MPF), que pôs o caso na Justiça em 2011. "Os recursos deveriam ter sido destinados a obras de saneamento básico, construção de estradas, recuperação e construção de córregos, bem como aos programas Educação de Jovens e Adultos (EJA) e de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)", de acordo com o departamento.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Apuração do acidente de Eduardo Campos deve ser concluída em até um ano


Os peritos norte-americanos que acompanham as investigações sobre o acidente que matou o ex-governador Eduardo Campos na semana passada, em Santos (SP), preveem que o trabalho de apuração levará cerca de um ano para ser concluído. Ontem, três técnicos dos Estados Unidos, integrantes da Federação Americana de Aviação (FAA), e peritos do Centro de Prevenção e Investigação de Acidentes Aéreos (Cenipa) da Aeronáutica passaram três horas buscando peças do avião no local do desastre. No final da manhã, o grupo foi para a Base Aérea do Guarujá, onde técnicos da Força Aérea Brasileira (FAB) estão remontando partes do avião para apurar as razões da queda.

“Vamos ficar aqui em Santos por uma semana, para colher todos os materiais possíveis. E só depois iniciar os trabalhos de investigação nos Estados Unidos. É muito cedo para falar em qualquer possibilidade ou suposição”, avaliou um dos peritos norte-americanos. Eles conversaram com a imprensa para explicar o trabalho que estão realizando, mas não quiseram fornecer os nomes completos ou gravar entrevistas. Com o grupo estão representantes da empresa Cessna Aircraft Company, fabricante da aeronave que caiu, e da Pratt & Whitney, fabricante do motor. Na parte da tarde, eles voltaram ao local do acidente e fizeram novas buscas por peças do avião. Os peritos pediram à Polícia Militar que quatro imóveis de um prédio e a academia atingida pela aeronave permaneçam interditados por, pelo menos, mais uma semana.

Ontem, o chefe do Cenipa, brigadeiro Dilton Schuck, afirmou que ainda não é possível confirmar se o avião pegou fogo antes de cair. Várias pessoas que moram próximo ao local do acidente contaram em depoimentos que viram a aeronave em chamas ainda no ar, o que pode indicar falhas mecânicas no avião antes do acidente. “Não podemos confirmar que o avião pegou fogo ainda no ar, porque não há nenhuma evidência disso, só testemunhas leigas. As pessoas são muito sugestionáveis. A gente acha que viu algo que não é o que a gente efetivamente viu”, disse Schuck, que comanda as investigações.

Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%.
É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa.
No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17,Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%.
O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e nulos eram 13%; agora são 8%. O quarto colocado na pesquisa, pastor Everaldo (PSC), aparece com 3% das intenções de voto; no levantamento anterior, tinha os mesmos 3%.
A pesquisa mostra que, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno: Dilma teria 36% contra 46% da soma dos demais candidatos. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 36% contra 36% dos demais, o que indicava uma incerteza sobre a necessidade de segundo turno.
O resultado da atual pesquisa mostra que, se for confirmada candidata do PSB no lugar de Campos, Marina começa a campanha em situação de empate técnico com Aécio Neves, numericamente à frente do tucano: 21% a 20%, dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais.
Marina larga também em situação de empate técnico com Dilma na simulação de segundo turno: Marina com 47% e Dilma com 43%. O Datafolha não pesquisou um cenário entre Marina e Aécio. No cenário entre Dilma e Aécio, a petista tem 47%, e o tucano, 39%Dilma Rousseff (PT): 36%
Marina Silva (PSB): 21%
Aécio Neves (PSDB): 20%
Pastor Everaldo (PSC): 3%
José Maria (PSTU): 1%
Eduardo Jorge (PV): 1%
Luciana Genro (PSOL): 0%
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
Eymael (PSDC): 0%
Levy Fidelix (PRTB): 0%
Mauro Iasi (PCB): 0%
- Brancos/nulos/nenhum: 8%
- Não sabe: 9%

domingo, 17 de agosto de 2014

Corpo de Eduardo Campos é sepultado às 18h37 deste domingo


O corpo do ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da República Eduardo Campos foi sepultado às 18h37 deste domingo, dia 17 de agosto de 2014, no Cemitério de Santo Amaro, no bairro homônimo, na área central do Recife. A viúva Renata Campos e o filho Pedro, 18 anos, ficaram bem próximos ao caixão. Em determinado momento, o filho José, 9 anos, também se aproximou. A mãe de Eduardo, Ana Arraes, preferiu ficar um pouco mais afastada. Após o sepultamento, uma onda de fogos de artifícios foi disparada aos céus. Populares exibiam cartazes com recados destinados a Eduardo e aos seus familiares. Gritos de guerra podiam ser ouvidos durante a solenidade, entre eles "Eduardo guerreiro, o povo brasileiro". 

O acidente que vitimou o ex-governador na última quarta-feira (13), mesmo dia em que faleceu seu avô, o político Miguel Arraes, há nove anos, também matou outros seis tripulantes. Carlos Percol, assessor de Eduardo, Alexandre Severo, fotógrafo, e Marcelo Lyra, cinegrafista e fotógrafo da campanha, também foram vítimas da tragédia.